Lisboa, 25/06/2018 - O pavilhão marroquino na 31ª edição da Feira Internacional de Artesanato "FIA 2018", da qual Marrocos é convidado de honra, foi inaugurado segunda-feira, em Lisboa, na presença do Ministro do Turismo, do Transporte Aéreo, do Artesanato e da Economia Social, Mohamed Sajid. A cerimónia, que contou com a presença da Secretária de Estado do Turismo de Portugal, Ana Mendes Gondinho, e do Embaixador do Marrocos em Portugal, Othmane Bahnini, ajudou a realçar o requinte e a autenticidade dos produtos expostos, mas também o design e a arquitectura do stand marroquino inspirados nos “souks”e nas antigas “medinas”. O stand marroquino, que cobre uma área de aproximadamente 600m2 organizado pela Maison de l'Artisan, conta com a participação de cerca de quarenta artesãos em vários ofícios, como artigos de couro, latão, joalharia, vidrarias e ferro forjado, fora os cosméticos à base de óleo de argão. Reflectindo o rico património e a cultura de Marrocos, o pavilhão foi marcado desde as primeiras horas por um forte afluxo de público português, atraído pela atmosfera festiva e pelos sabores da cozinha marroquina. Falando nesta ocasião, a responsável portuguesa disse que a FIA quer mostrar a arte de viver dos países participantes e ser um ponto de encontro para reunir diferentes países e culturas. É também para destacar a dinâmica do sector de artesanato em todos esses países, acrescentou, observando que esta actividade está muito ligada ao turismo. O Reino foi assim escolhido como convidado de honra com vista a destacar a história comum e o património partilhado por ambos os países, salientou M.Godinho, sublinhando que Portugal e Marrocos estão a desenvolver uma cooperação frutuosa e projectos concretos. Por sua parte, o Sr. Sajid saudou a escolha do Marrocos como convidado de honra para a edição de 2018, salientando que é uma oportunidade idónea para destacar a diversidade e riqueza do artesanato e know-how de artesãos marroquinos em vários ofícios.