A Vinci Construction, uma filial do grupo e um agente de um consórcio que também inclui a empresa electromecânica Andritz Hydro, recebeu este projecto para armazenar a energia em forma hidráulica. Num comunicado publicado em seu site, o grupo Vinci disse que o projecto faz parte do plano de desenvolvimento e de integração de energias renováveis em Marrocos. "Inclui os estudos de execução, a realização da engenharia civil, o fornecimento de material e os equipamentos de transferência, de montagem, testes e colocação em serviço da estação". Em concreto, a Vinci Construction deve cuidar dos trabalhos civis realizados, incluindo o terraplenagem de duas bacias, a escavação da fábrica de produção instalada na encosta e enterrada, a instalação do tubo de transferência em 3 km, dos quais 1 km enterrados. "O acesso às instalações para o estaleiro e para a futura operação do sítio também requer a criação de novas estradas e a reabilitação de outras", acrescenta a empresa. A Andritz Hydro assumirá o equipamento electromecânico, incluindo duas turbinas de 175 MW e a instalação de uma subestação de alta tensão. Espera-se que o projecto seja concluído em quatro anos, com entrega esperada no início de 2022.